Contagem

Ítalo é campeão do Corujão em noite mítica em Interlagos


E tivemos uma final sensacional na pista de Interlagos para encerrar a temporada 22 do Corujão. Uma novidade nessa corrida foi a largada no final da tarde e a bandeirada a noite onde obrigou os pilotos a se adaptarem com o uso dos faróis.
Os dois protagonistas da final eram Daniel Ramos e Ítalo Almeida que tinha a desvantagem de 8 pontos no campeonato. Mas já no qualy as coisas começaram a melhorar para Ítalo que mais uma vez fez a pole no minuto final com o tempo de 1.34.184, porém não foi tão fácil uma vez que até os 3 minutos para o encerramento a vantagem para o segundo colocado era de apenas 1 milésimo. Cláudio Araujo foi quem ficou com o segundo lugar do grid com o tempo de 1.34.500. O líder do campeonato largou apenas na 8ª posição.
A largada se deu com o pôr do sol e Ítalo manteve a liderança mas com Cláudio mantendo o segundo lugar e seguido de perto por Hiago da Laika.




Os três pilotos começaram a abrir vantagem para o pelotão, enquanto que Daniel lutava para se manter numa boa posição lutava com Henrique Ferreira da Regular Racers.




Henrique superou as Sub Racing e ia partir pra cima de Hiago.





Com as posições em pista Ítalo estava garantindo o título mas sofria enorme pressão de Claudio Araujo.




Daniel Ramos se mantinha em 5º lugar com problemas no freio do seu carro justamente na última etapa do campeonato, ele não conseguia andar no ritmo dos primeiros colocados, mas como Claudio continuava a pressão...




...e uma ultrapassagem sobre Ítalo daria o título ao seu companheiro de equipe.





Cláudio tentava de várias formas uma ultrapassagem e com isso Henrique e Hiago se aproximavam para entrar também na briga pela vitória.




Porém na nona volta foi a vez da Sub Racing ter a sua noite de “azar” e três de seus carros apresentaram problemas. Daniel já lutava com seus freios acionando em plena reta, Christian Jardim teve problemas com seu volante e Cláudio Araujo no auge da pressão sobre Ítalo teve problemas com o equipamento e passou reto na junção.



Com isso Ítalo só precisava garantir a vitória para conquistar o título, porém ainda havia uma ameaça chamada Henrique Ferreira.
Após os pits Henrique assumiu a liderança...




...mas errou na curva do lago e Ítalo reassumiu o primeiro lugar.




Daniel ainda tentou aproveitar o erro de Henrique mas não tinha condições de efetuar a ultrapassagem que lhe daria o título.




No fim dos quarenta minutos de prova Ítalo Almeida cruzou em primeiro lugar.




Seguido da surpresa da noite Hiago Melanios, garantindo o 2º lugar por equipes para a Laika.



Em terceiro chegou Henrique Ferreira que se mostra um forte candidato ao título da próxima temporada.



Com Daniel Ramos chegando em 4º lugar, Ítalo Almeida conquista o título com 1 ponto de vantagem e iguala o tri-campeonato conquistado anteriormente por uma lenda do Corujão, Yoshi Ebina.
Tivemos nessa temporada uma das mais competitivas, onde 5 pilotos diferentes venceram e 10 pilotos chegaram ao pódio.
A próxima temporada promete, com novas pistas e novo regulamento. Ítalo vai em busca de um inédito tetra-campeonato mas terá muitos adversários pela frente que vão lutar muito para entrar no Hall da Fama do Corujão.
Até breve....



Nenhum comentário:

Postar um comentário